PRODUÇÃO DE RESÍDUOS AUMENTOU DURANTE AS ÉPOCAS FESTIVAS

A Tejo Ambiente verificou um aumento dos resíduos produzidos durante as épocas festivas, apesar do apelo feito por esta entidade gestora para que os utilizadores depositassem os resíduos de forma responsável, de modo a evitar situações de sobrelotação dos contentores e uma deposição indevida de resíduos.

Analisando os dados relativos aos resíduos domésticos recolhidos, conclui-se que a produção média às segundas-feiras é de 30,303 toneladas. No entanto, na segunda-feira depois do Natal, dia 27 de dezembro, foram recolhidas 39,740 toneladas representando um aumento de 29% face à média referida.  Verificámos que na segunda-feira depois da passagem do ano, dia 3 de janeiro, foram recolhidas 37,550 toneladas representando um aumento de 22% face à média de produção verificada no ano de 2021.­

 

No entanto, apesar do aumento da produção de resíduos domésticos verificado, durante este período, o serviço de recolha de resíduos decorreu dentro do expectável, cumprindo os circuitos estipulados, bem como as frequências de recolha e os horários praticados.

Além do mais, podemos verificar que 48h depois do Natal e 48 horas depois do Ano Novo, os contentores se encontram despejados e os espaços circundantes aos mesmos se encontravam limpos e higienizados.

Desta forma, mantivemos a exigência da qualidade do serviço prestado.

 

 

Recordamos que a saúde de todos nós é importante, e por isso, reiteramos o apelo à responsabilidade individual na produção e deposição de resíduos.

A Tejo Ambiente E.I.M., S.A., apela que coloque os resíduos sólidos de sua casa dentro de sacos devidamente fechados e acondicionados, sempre dentro dos contentores disponíveis para a recolha deste tipo de resíduos.

 Comunicação e Imagem Tejo Ambiente