Tejo Ambiente inicia obras de saneamento cofinanciadas pelo POSEUR

A Tejo Ambiente consignou, as empreitadas que vão garantir a ampliação da rede de saneamento básico em Ourém. Estas obras vão ter início em setembro no Bairro, na Estrada de Minde/Boleiros, Rio de Couros e Casal dos Bernardos.

Estas intervenções são cofinanciadas pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR) e representam um investimento de 4.827.648,28€. Durante a cerimónia, o diretor geral da Tejo Ambiente, José Santos, recordou a importância das candidaturas ao POSEUR, garantindo que “só com os fundos comunitários será possível assegurar o saneamento às populações.” Relativamente a estas quatros empreitadas em Ourém, o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luis Miguel Albuquerque recordou que são “projetos importantes para a região e para as populações.”

Os autos de consignação foram assinados na sede da Tejo Ambiente pelo Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, em representação do Conselho de Administração da empresa, pelos membros da Direção Executiva da empresa, pelos representantes da empresa que fará a fiscalização e a coordenação de segurança deste conjunto de empreitadas (LA2S – Engenharia e Construção, Lda) e pelos responsáveis pelas empresas adjudicatárias das empreitadas (CMR – Construções Martins & Reis, Lda, Lena Construções S.A. e JRSF – Joaquim Rodrigues da Silva e Filhos, Lda).

Estas intervenções vão permitir a construção de 1287 ramais domiciliários e respetiva ligação às Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Alto Nabão, Fátima e Seiça. Estas empreitadas levadas a cabo pela Tejo Ambiente vão garantir o saneamento a mais de 2.374 utilizadores.

Recorde-se que a Tejo Ambiente tem 22 projetos aprovados, no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), com vista à ampliação da rede de saneamento básico nos concelhos da sua área de intervenção.

A empresa intermunicipal vai garantir a ampliação da rede de saneamento a populações até agora privadas desta necessidade básica.

 

A Tejo Ambiente recorda os benefícios destas empreitadas para as populações:

BAIRRO

Esta empreitada foi adjudicada à empresa “CMR – Construções Martins & Reis, Lda”, sediada em Atouguia, Ourém. Está orçada em €1.447,417,56 (valor acrescido de IVA à taxa legal em vigor), montante correspondente a todas as intervenções necessárias para a ampliação da rede de saneamento básico na zona mais populosa da freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, ao qual acrescem cerca de 600 mil euros, correspondentes ao custo total da pavimentação integral das vias.

– Implantação de 9,397 quilómetros de coletores no lugar de Bairro;
– Construção de 303 ramais domiciliários de esgotos domésticos;
– Execução de uma estação elevatória e de uma conduta elevatória;
– Pavimentação integral das vias.

ESTRADA DE MINDE / BOLEIROS

Adjudicada à empresa “Lena Construções S.A.”, esta empreitada contempla a execução redes de drenagem de águas residuais na Estrada de Minde e no lugar de Boleiros, acarretando um custo total com o saneamento básico de 1.498.000 € (valor acrescido de IVA à taxa legal em vigor), acrescido de cerca de 466 mil euros inerentes à pavimentação integral das vias.

– Implantação 2,29 quilómetros de coletores na Estrada de Minde e de 8,63 quilómetros de coletores no lugar de Boleiros;
– Construção de 310 ramais domiciliários de esgotos domésticos;
– Pavimentação integral das vias.

ATOUGUIA

Esta empreitada foi adjudicada à empresa “CMR – Construções Martins & Reis, Lda”, decorrendo na zona periférica da cidade de Ourém, visando a extensão da rede de saneamento aos lugares de Beltroa, Casal de São João, Lagarinho, Melroeira, Peras Ruivas, Pinhel e São Sebastião, abrangendo, por isso, as freguesias de Atouguia, Nossa Senhora das Misericórdias e Nossa Senhora da Piedade. O custo total do saneamento básico cifra-se em €1.067.755,01 (valor acrescido de IVA à taxa legal em vigor), montante ao qual acresce a pavimentação integral da via, orçada em cerca de 725 mil euros.

– Implantação de sub-bacias, numa extensão total de cerca de 10 km;
– Construção de 383 ramais domiciliários de esgotos domésticos;
– Pavimentação integral das vias.

RIO DE COUROS E CASAL DOS BERNARDOS
Adjudicada à “JRSF – Joaquim Rodrigues da Silva e Filhos, Lda”, esta intervenção está orçada em 814.475,71€ (valor acrescido de IVA à taxa legal em vigor), resultando da execução de redes de saneamento básico no lugar de Rio de Couros e em parte do lugar de Casal dos Secos, assim como da posterior pavimentação integral das vias em questão, por cerca de 455 mil euros.

– Implantação de quatro sub-bacias no lugar de Rio de Couros, numa extensão total de 7,3 km;
– Construção de 291 ramais domiciliários de esgotos domésticos;
– Pavimentação integral das vias.

 

 

Gabinete de Comunicação e Imagem Tejo Ambiente